Estudo Direcionado

Fé, foco e perseverança

Pesquise um post:

Carregando...

Como candidatos à Polícia Civil, vocês sabem que há um teste de avaliação física para os aprovados nas primeiras etapas, que exige muito do candidato, como corrida e outros. É muito comum o candidato que não pratique nenhuma dessas atividades querer um ganho rápido em desempenho, com vistas a atingir o quanto antes os níveis solicitados pela banca do concurso que irá prestar.



Aqui reside um grande perigo: o das lesões. Sem estar preparado fisicamente, sem ter músculos que aguentem a repentina sobrecarga exigida pelo esforço físico, o candidato acaba tendo uma lesão, que pode ser séria ou nem tanto, mas que poderá prejudicá-lo em seu treinamento, tendo que ficar de repouso por algum tempo ou, mesmo, impedido de realizar o exame físico.
Portanto, deve-se atentar para a correta execução do exercício, bem como ter uma alimentação equilibrada, horas de sono adequadas e descanso, para não ir além dos limites já nas primeiras semanas. O acompanhamento de um profissional é essencial. Se tiver disponibilidade, um personal trainner é a melhor pedida. Se não, uma boa academia pode ser a solução. 
Além disso, o uso do equipamento adequado também é importante. Para o treino da corrida, verificar qual o seu tipo de pisada e adquirir um bom par de tênis, evitando lesões e dores musculares. Na execução de exercícios com pesos, evitar a sobrecarga abrupta. E assim por diante. 
Por isso o preparo deve se dar com certa antecedência da data da prova prevista para o exame físico. Especialistas afirmam que o corpo leva, em média, no mínimo 03 meses para se adequar a uma nova atividade. Portanto, antes disso o que há é uma adaptação e o fortalecimento da musculatura para desenvolver a atividade desejada. Nós trabalhamos nosso corpo da mesma forma como trabalhamos nosso cérebro. Mas no último caso podemos extrapolar os limites sem sentirmos muito as consequências.
O tema vem ao caso em virtude de uma lesão que sofri há algumas semanas durante um treino de corrida. Adquiri uma bela tendinite na perna esquerda, estou sem treinar há mais de um mês e, ainda por cima, vou ter que fazer sessões de fisioterapia para, depois, voltar gradativamente ao treino. Ou seja, se tivesse algum TAF previsto, por certo que não poderia me preparar adequadamente, o que me excluiria do concurso.
Estejam atentos a isso pessoal. Não sacrifiquem o seu concurso em virtude de um treino mal-direcionado. O investimento com um profissional da área é a melhor opção, sem dúvida, sem mencionar o material adequado para o seu treino. Nossa saúde é muito importante e temos que respeitar os limites do corpo. Como no estudo, o aumento da carga de treinamento deve ser gradual para que seja saudável. 

Print Friendly and PDF

Se você gostou, compartilhe

Postagens relacionadas

Seja o primeiro a comentar:

 
 
 

Blog Archive

Arquivo do blog